Trinca

Cheguei a casa, depois de uma semana a trabalhar em Paris. Não percebo porque dizem que é lá que está o amor, o meu não estava, ficou cá onde quer que tu estejas. Mas tu não estavas lá, pelo menos fora, na cidade. Sim, há sempre um pedacinho “enorme” de ti, para onde quer que eu vá, que trago no meu coração.
Esperei por este momento desde que sai de casa, na segunda de manhã, em direcção ao taxi que me levaria para longe de ti.
No inicio da semana, ainda aguentei com alguma facilidade a tua ausência, conservava o teu perfume, o resto da semana passei ansioso, pensava no teu perfume.
Mas agora estou cá, regressei. E tu estás cá, já estavas. Não sei se por te teres esquecido, se por saberes que vinha, dormes tranquila (finalmente?).
Não te quero acordar, mas preciso de te sentir, de possuir esse teu perfume novamente. Estás linda, meu anjo. Percorro primeiro com o olhar a tua silhueta, a lua que entra pelas frinchas da janela acompanha-me. De seguida a minha mão, faz o mesmo percurso, com a mesma força do meu olhar.
Mas agora, enquanto atravesso a tua perna, há um arrepio (de frio?) que te percorre. A tua coxa é quente e, quando chego há tua cintura, estremeces.
Circulo em volta do teu umbigo, meu companheiro de algumas tardes e faço-me à estrada. Sigo para cima e comprimento os gémeos. Aproveito para respirar o teu calor, a tua respiração está diferente, quando passo no teu pescoço, entre-abriste o olhos e deste pela minha presença.
Sorris, dás-me um beijo, a tua respiração acalma e voltas para o mundo dos sonhos. Já não percebeste o que te disse ao ouvido, talvez um murmúrio.

Pois, era para ter acontecido uma mordidela qualquer, mas não fui capaz de encaixar aqui a coisa… de qualquer modo, não se preocupem que eu não me esqueço e alguém há de receber essa dentada.

CD

12 Respostas to “Trinca”

  1. fontez Says:

    este post é um relato de um sonho teu?

  2. cdesag Says:

    Nop, por acaso foi ao contrário, estava sem sono nenhum. Nem tenho a certeza do que para aqui escrevi.
    É o mal de não conseguir dormir como dantes, se fico a dormir até tarde, depois à noite não tenho sono.

  3. Marta Says:

    Gostei. Para quando a tentativa de te colocares na pele de uma mulher? pq n tentas ver a perspectiva dela qd abriu os olhos e te viu?

  4. cdesag Says:

    Quando abriu os olhos… eu imagino-me numa casa na montanha, sobre um vale verdejante, para os lados da serra da cabreira, sem vestigios de civilização numa vista que alcança a serra do gerês, em frente, com o rio zezere ao fundo, sim, a água para mim é fundamental. E está um dia de sol, um sol de primavera, é meio da manhã e é aquele abrir da janela. Com o sentir do sol, quente, e intenso que encandeia e naquele momento voltar a fechar os olhos (com a sensação do sol a percorrer-me a face e a aquecer-me o coração), porque ainda estamos a acordar, e sonhar…

  5. cdesag Says:

    E dizeres-me tu o que sentiria de facto uma mulher? O que sentirias/sentiste numa situação destas?

  6. papagaio Says:

    É curiosa essa tua fantasia…essas sensações, uma espécie de descoberta dos sentidos, entrando no imaginário erótico feminino. De facto a imaginação é fértil…

  7. Marta Says:

    “a lua que entra pelas frinchas da janela ”
    Afinal lua ou sol?
    Será mt fácil de descrever o q sentiria nessa situação.
    Diz-me apenas se é dia ou noite e se eu gostaria ou não dele.

  8. cdesag Says:

    Claro que gostarias, de outro modo não faria sentido. Quanto ao sol ou lua, se não for abusar, porque não as duas vezes…😉

  9. cdesag Says:

    Ainda bem, fico sempre com receio de cair no pornográfico… quanto ao entrar no imaginário feminino, já estou como o outro, tem de se começar por qualquer lado

    Marta, estava aqui a pensar, que querias tu dizer com o ser surpreendida na cama por alguém de quem não gostas? Isso é tudo malandrice?

  10. Marta Says:

    A versão em que gosto dele, está publicada, a versão em que não gosto dele… será um dia destes.

  11. Marta Says:

    TRINCA?😉

    Chegarei a tua casa, depois de uma semana sem te ver. Não percebo porque dizem que o amor está sempre connosco, o meu não está, fica sempre contigo onde quer que tu estejas. E tu não estavas cá, pelo menos em casa, na cidade. Mas sim, há sempre um pedacinho “enorme” de ti, para onde quer que eu vá, que trago no meu coração.
    Esperei por este momento desde que saíste de casa, na segunda de manhã, em direcção ao carro que te levaria para longe de mim.
    No inicio da semana, ainda aguentei com alguma facilidade a tua ausência, conservava o teu cheiro, o teu toque, o resto da semana passei ansiosa, pensava, precisava do teu cheiro, do teu toque.
    Mas agora vou ter contigo, aí. E tu estás aí, já estavas.
    Não sei se por te esqueceres, que eu volto a partir, dormirás tranquilo (finalmente?).
    Não te quero acordar a meio da noite, mas precisarei de te sentir, de possuir esse teu cheiro novamente. Achar-te-ei lindo, meu anjo. Percorrerei primeiro com o olhar a tua silhueta, a lua que entrará pelas frinchas da janela acompanhar-me-á. De seguida a minha mão, fará o mesmo percurso, com a mesma força do meu olhar.
    Num momento, enquanto atravessarei a tua perna, haverá um arrepio (de frio?) que te percorrerá. A tua coxa estará quente e, quando chegar há tua cintura, estremecerás.
    Circularei em volta do teu umbigo, meu companheiro de algumas tardes e far-me-ei à estrada. Seguirei em muitas direcções em ti. Aproveitarei para respirar o teu calor, a tua respiração estará diferente, quando passar no teu pescoço, entreabrirás o olhos e darás pela minha presença.
    Sorrirás, ao dar-me um beijo, a tua respiração acalmará e voltarás para o mundo dos sonhos. Já não irás perceber o que te direi ao ouvido, talvez num murmúrio: “PARABÉNS MEU AMOR!”

    Pois, era para ter acontecido uma mordidela qualquer, mas não temas, irei dar-ta logo… de qualquer modo, não te preocupes que eu não me esquecerei e irás receber essa dentada.

    Com amor De mim para ti!

  12. cdesag Says:

    😀
    Amei… estou à espera dessa trinca…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: