Praia (e poluição)

Julgo que a primeira vez que me dei conta de preocupação com a Natureza foi, quando ainda miudo pequeno, fazia tuneis na areia da praia e reparo que algum dos meus colegas de colégio (no mês de julho iamos sempre uma data de miudos do Externato onde andava, para a praia da Mata, todas as manhãs).

Mas como ia a contar, reparo que um dos meus colegas decidiu abreviar a viagem à educadora e depois à casa de banho e, resolveu despejar as tripas para dentro de um buraco. A coisa até nem é biodesagradável, mas levou a algumas revoltas politicas e mesmo com a remoção da bomba e colocação no caixote do lixo, nunca mais voltei a fazer tuneis na areia.

Quem sabe eu teria sido um grande arquitecto… assim não, mas fiquei para sempre com a ideia de que o Homem (ou o Miudo) se está a naturalmente a cagar para a Natureza.

CD

2 Respostas to “Praia (e poluição)”

  1. Marta Says:

    Ahahahahahah

    Nem o meu mau humor de hoje reprimiu a gargalhada!😀

    Beijos.

  2. Fontez Says:

    comédia mas com seriedade!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: